Sem palavras

Fiquei quase um mês sem escrever nada. Fiquei sem palavras.
Primeiro: O fiasco da Copa me deixou totalmente sem palavras. Acredito que é uma sacanagem incentivar tanto as expectativas do povo com o sucesso da seleção e depois assistir o vexame de ser eliminados nas quartas de final. O que dizer. Melhor ficar calado.
Segundo: Que mais uma vez o STF tenha mostrado (pelo menos alguns de seus integrantes) que ter amigos ou conhecidos dentro faz que seja muito fácil cometer crimes, ser condenado e sair pela porta da frente da cadeia. Falar o que. Fazer de conta que nada aconteceu.
Terceiro: Ver que a primeira intervenção federal na história do país tem mostrado a incapacidade do estado para vencer o Crime Organizado. (Sim, o estado com letra minúscula e o crime com letra capital). A forma que escrevemos mostra onde está a verdadeira importância das coisas. A realidade deixa em silêncio à sociedade.
Quarto: Frente aos incontáveis vídeos mostrando a situação da saúde, e ao mesmo tempo a liberação dos responsáveis pelo desvio de verbas da saúde nos permite ver um contraste tão aterrador com o silêncio do povo que calado sofre as maiores ignomínias.
Quinto: Assistir a luta nos morros pelas diferentes facções criminais matando inocentes e policiais, assim como paralelamente vemos a luta das outras facções políticas na escuridão dos gabinetes, preparando seus gritos de guerra para à televisão procurando silenciar nossa capacidade de raciocínio. É triste ver o silêncio do povo.
Sexto: Médicos ou aqueles que tem diploma e se titulam de médicos, fazendo intervenções para as quais não estão capacitados ou utilizando materiais em lugares inadequados para seus supostos tratamentos medicinais. Dizer qualquer coisa parece fora de propósito já que seria inconcebível pensar que isso é possível.
Sétimo: Ver pessoas condenadas em segunda instância e considerados réus em muitos processos sair a público dizendo que a justiça os condenou injustamente sem provas.
Oitavo: O pior de tudo é o silencio e a indiferença do povo como um todo. E perante isto não sei o que dizer ou manifestar.
Sem palavras tenho ficado. Observo diariamente nos jornais de maior audiência as pessoas manifestando-se contra corrupção e os políticos venais; contra a violência e a falta de verbas para a saúde e educação. Mas, o conjunto do povo como um todo unido fica calado. E quando falem, nas urnas, não poderão escolher ninguém diferente daqueles que sempre estão fazendo sempre o mesmo. Disfrutando das benesses do poder às custas do povo. Todo povo tem o governo que ele permite.

Fique sem palavras, e você?

4 Comments

  1. Estimado professor, faço minhas suas palavras. Não há dúvida que a maioria concorda com tudo que você enfatizou. É lamentável que a maioria dos Blogueiros não façam o mesmo. Quem sabe, poderiam minimizar este estado de coisas em benefício da sociedade tão sofrida por diversos motivos e situações. Infelizmente a falta de cultura é a maior causa dessa quase total indiferença e acomodação do povo. O povo já está tão habituado com tantos blá blá blá que não vê motivo para se manifestar. Prefere só se agitar com carnaval, futebol e festas populares, lamentavelmente. Esta sua crônica estará sendo repassada merecidamente pelo WhatsApp aos meus contatos solicitando que façam o mesmo. Vamos em frente. Forte abraço.

    1. Caro amigo, o povo está muito ocupado com as viviscitudes e não quer mais complicações. Esse é o estado ao qual tem-se reduzido a capacidade intelectual dos habitantes do Brasil pela falta de educação e o abuso do adoctrinamento. As próximas eleições estão sendo encaradas como um partido de fútbol, não interessa quem são os que vão competir, nem a qualidade dos jogadores, somente importa que as eleições sejam ganhas pela equipe que cada um torce. Esses equipes se chamam esquerda e direita. Cada vez que produzimos a dicotomia do pensamento sem pensar nos nuances entre os extremos todos nós perdemos.
      Um grande abraço. Ricardo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.