Ideologia ou Democracia

Em poucos dias o povo votará. Muitos o farão acreditando que estão votando em um candidato, mas na realidade estarão votando ou em uma ideologia ou na democracia.
Como podemos saber para onde vai nosso voto? Muito simples. Caso estejamos seguindo nossos valores mais íntimos, e nossas convicções do que é melhor para o conjunto da sociedade e não para nós como indivíduo, estaremos votando na democracia.
Nossos pais nos inculcaram valores, e nos doutrinaram em seguir o caminho de sermos honestos, corretos, educados, considerar aos outros, etecetera. Isto é o que chamo de boa doutrina. São os conceitos que imperam numa democracia e que não faz mal inculcar nos nossos filhos e na nossa sociedade. Quando votamos impulsionados desta maneira estamos votando numa democracia. Votamos naqueles que vão defender que tratemos aos outros como gostaríamos de sermos tratados.
Quando um grupo político nos quer motivar a levar vantagem sobre os outros, ou quer sobressair denegrindo os outros, e nos quer comprar com os benefícios que teríamos caso votemos neles ou naqueles que eles indicam, estaremos votando numa ideologia. Porque somente alcançaremos os benefícios e vantagens prometidas se concordarmos com os valores do partido e não com o que é melhor para todo o povo.
Há valores que são universais e que beneficiam a todo um grupo, e outros valores que somente levam vantagens a uma parte desse grupo. Quais são esses valores?

Empatia: Capacidade de colocar-se no lugar doutro. Exemplo: candidatos que já tenham demonstrado real preocupação com o próximo antes do que com as necessidades do seu partido.
Frugalidade: Noção do valor das coisas e do custo humano para obtê-las. Exemplo: candidatos que ficam envergonhados pelas vantagens que lhe são oferecidas pelo sistema e não se aproveitam delas.
Honestidade: ter consciência da diferença entre o que é propriedade pessoal e o que é bem público. Saber que os bens materiais públicos são para benefício da população como um todo e não para usufruto pessoal.
Poderia enumerar muitas qualidades nas que poderíamos reconhecer os verdadeiros defensores de uma democracia, mas lembrem de que somente conseguimos enxergar nas pessoas aquilo que conhecemos, ou seja, o que está no nosso interior. Somos espelhos uns dos outros. Temos a tendência em votar naquilo que reconhecemos, nos valores que existem dentro de nós. Por esses motivos a educação é tão importante e é a primeira coisa que a democracia libera e a ideologia prende através do ensino obrigatório da sua doutrina.

Boa semana e boa votação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *